Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Soja, é um grão rico em proteínas!
 

Soja é um grão rico em proteínas, cultivado como alimento tanto para humanos quanto para animais. A soja pertence à família Fabaceae (leguminosa), assim como o feijão, a lentilha e a ervilha. A palavra soja vem do japonês shoyu. A soja é nativa do sudoeste da Ásia.

O Brasil é o segundo maior produtor de soja do mundo, vindo atrás apenas dos Estados Unidos. Outros grandes produtores são a Argentina, a China e a India. A produção mundial de soja em 2004 foi de 190 milhões de toneladas.

O óleo de soja é o mais utilizado pela população mundial no preparo de alimentos. Também é extensivamente usado em rações animais. Outros produtos derivados da soja incluem óleos, farinha, sabão, cosméticos, resinas, tintas, solventes e biodiesel.

A soja é uma das plantações que estão sendo geneticamente modificadas em larga escala, e a soja transgênica está sendo utilizada em um número crescente de produtos. Atualmente, 80% de toda a soja cultivada para o mercado comercial é transgênica. A Monsanto é a empresa líder na soja geneticamente modificada.

A soja é considerada uma fonte de proteína completa, isto é, contém quantidades significativas de todos os aminoácidos essenciais que devem ser providos ao corpo humano através de fontes externas, por causa de sua inabilidade para sintetizá-los.

Como ilustração do poder nutritivo da soja, saliente-se o fato de que ela é o único alimento proteico fornecido por organizações humanitárias a africanos famélicos. Com uma alimentação exclusivamente baseada em soja, crianças à beira da morte recuperam todo o seu peso em poucas semanas. Esse fenômeno ocorreu em larga escala nas crises humanitárias de Biafra (Década de 1970), Etiópia (Década de 1980) e Somália (Década de 1990).

O relatório State of Food Insecurity in the World 2004 da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (Food and Agriculture Organization, FAO) revela que 840 milhões de pessoas vivem em estado de fome crônica e 8,8 milhões morrem de fome todos os anos no planeta. Pesquisas que propiciem melhor aproveitamento das qualidades da soja, segundo especialistas, podem ser de grande importância para amenizar o problema. Isso porque a soja tem todos os aminoácidos necessários à manutenção da saúde.

Dados de 2005 indicam que o Brasil ocupa a segunda posição no ranking dos produtores de soja. Perde apenas para os Estados Unidos. E tem muita pesquisa nessa área. Jocelem Salgado, professora da Escola Superior de Agricultura ‘Luiz de Queirós’ da Universidade de São Paulo (Esalq/Usp), é especialista em alimentos que previnem doenças. Em parceria com pesquisadores da Universidade de Iowa, nos EUA, ela tem demonstrado a importância da soja na prevenção ao câncer, especialmente ao de mama. Investigações semelhantes são desenvolvidas no Japão e na Finlândia.

Uma pesquisa do Centro Anderson para o Câncer da Universidade do Texas, publicada no Journal of the American Medical Association, sugere também que uma dieta rica em soja pode reduzir o risco de câncer de pulmão. O efeito protetor seria capaz de diminuir os riscos de desenvolvimento da doença em até 46%. Outra pesquisa publicada no Journal of Nutrition, americano, mostra que a proteína isolada de soja traz benefícios aos que têm diabetes tipo 2 – um mal que atinge dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo. E contribui para a estabilização do nível de açúcar no sangue. Cientistas da Universidade de Wake Forest, do estado da Carolina do Norte, nos EUA, acabam de comprovar que o consumo de soja reduz os níveis de colesterol no sangue.

Fonte: Enciclopédia TioSam

 
Fonte:
Data: 30/10/2007
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.