Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info
 
 
Saúde e sabor: Saiba como escolher e degustar um bom azeite
 

Atualmente, o Brasil é um dos maiores consumidores de azeite do mundo, sendo responsável por 5,3% das importações. Somente de Portugal são absorvidos cerca de 70% do total das exportações, fazendo com que este produto seja o mais exportado para as terras brasileiras. A presença do óleo de oliveira nas mesas nacionais foi impulsionada, sobretudo, pela difusão dos seus benefícios para a saúde. De acordo com pesquisadores, médicos e nutricionistasl, já é comprovado que o uso de azeite de oliva reduz o colesterol, ajuda a prevenir as doenças cardiovasculares devido ao seu alto teor de ácidos monoinsaturados, além de ser uma fonte rica em vitamina E,

Dieta do Mediterrâneo e azeite

Segundo o médico Alex Botasris, no campo da aterosclerose, não se pode deixar de citar, o que já é consensual na medicina, constatado em vários estudos epidemiológicos: o vinho e o azeite, principais componentes da dieta do mediterrâneo, provaram ser muito eficientes em reduzir em até 50% a mortalidade por esse problema.
O simples hábito de acrescentar fios de azeite na salada, nas torradas, massas e no preparo de diversos pratos evoluiu e se tornou, para muitos, uma nova mania. Em São Paulo, há butiques especializadas na arte de saborear o saudável óleo.

Como escolher um bom azeite: ao contrário do vinho, quanto mais jovem, melhor

Para conhecer um azeite, existem algumas regrinhas simples. A primeira é a data de fabricação. O azeite de oliva, ao contrário de alguns vinhos, é melhor quanto mais jovem. O hábito de degustar é a melhor maneira de estabelecer preferências. Dessa forma, vale provar uma pequena porção do produto puro. A prova pode ser feita colocando cerca de 20 mililitros do azeite em um copo pequeno, de preferência opaco para a cor não interferir no julgamento.
Tampa-se com uma das mãos a superfície superior do copo e coloca-se a outra mão por baixo do copo visando aquecê-lo. Deve-se permanecer assim por cerca de 30 segundos. Esse procedimento irá concentrar os aromas do azeite de oliva e ajudarão a identificá-los. Aspire-os do copo e procura-se identificar a natureza dos aromas. Podem lembrar ervas, maçãs verdes, frutos secos, abacate, notas cítricas e muito mais. Em seguida, sorve-se vigorosamente um pouco. Sente-se, em graus diferentes, uma sensação doce na ponta da língua, outra amarga na parte superior da língua e uma sensação picante na base da língua, perto da garganta. Os azeites que proporcionam essas sensações, com certeza, merecem ser saboreados.

 
Fonte: Vya Estelar
Data: 23/10/2007
 
 

Voltar

 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.